Núcleo de Assistência Multidisciplinar ao Autista - NAMA


A Unimed Leste Paulista (ULP) inaugurou, em 2020, mais um recurso próprio: o Núcleo de Assistência Multidisciplinar ao Autista (NAMA).

O NAMA tem como objetivo prestar atendimento aos beneficiários Unimed com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e que possuem indicação para realização de acompanhamento médico e terapias especializadas.

Os pacientes têm toda a assistência de uma equipe multidisciplinar, formada por médico psiquiatra da infância e adolescência (residência médica em Neuropediatria), profissionais com formação em análise do comportamento, fonoaudióloga, terapeuta ocupacional e assistentes terapêuticos (aplicadores dos programas).

Os profissionais viabilizam um tratamento completo para pacientes com TEA, por meio de abordagem multidisciplinar e plano terapêutico individualizado tais como: terapia ABA (análise do comportamento aplicada), integração sensorial, AVD (atividade da vida diária), rotinas, orientação parental, habilidades motoras, abordagem método PECs, desenvolvimento da linguagem, reabilitação de aspectos relacionados à audição, alimentação, voz, etc.

A ULP buscou conhecer as iniciativas de sucesso de outras singulares Unimed e contou com a experiência de profissionais especializados que já estruturaram e implantaram este mesmo tipo de recurso.

 

 

O que é o autismo? 

 

O autismo é uma condição crônica. Contudo, com o diagnóstico precoce, uma pessoa com esse espectro pode levar uma vida normal. Atualmente, ele está classificado como um transtorno de desenvolvimento que atinge entre 0,8% até 1% das crianças, uma proporção de 1 a cada 50 nascimentos. 
 
O autismo é caracterizado como uma condição psiquiátrica que pode ser controlada, tornando o portador uma pessoa apta a um convívio normal em sociedade. Não se trata de uma doença, mas de uma forma diferente de ser e de enxergar o mundo. Cada autista é singular, com uma visão diferente sobre cada coisa e, só porque não se comportam da forma “esperada”, não significa que  “não são normais". 
 
Existem muitas fontes distintas quanto ao surgimento do autismo, por isso, é necessário um diagnóstico médico, que, por vezes, pode se basear em histórico familiar, pois, na maioria dos casos, o problema é genético. 

 

Quais são as principais características do espectro? 

 

Para entender e identificar os sinais do autismo, os pais precisam ficar atentos desde cedo ao comportamento dos seus filhos. Como cada caso é muito particular, somente um médico especialista poderá realizar um diagnóstico mais certeiro. Contudo, no geral, as seguintes características são notadas: 

 

 

Fonte: Unimed do Brasil

Esse site utiliza cookies para viabilizar a sua navegação, gerenciar suas funcionalidades e aprimorar sua interação com nossos produtos e serviços. Todos os cookies, exceto os estritamente necessários, precisam de seu consentimento para serem utilizados.
Para saber mais visite a nossa Política de Privacidade e Proteção de Dados.

Esse site utiliza cookies para viabilizar a sua navegação, gerenciar suas funcionalidades e aprimorar sua interação com nossos produtos e serviços. Todos os cookies, exceto os estritamente necessários, precisam de seu consentimento para serem utilizados.
Para saber mais visite a nossa Política de Privacidade e Proteção de Dados.